A Comissão Europeia quer que os Estados-membros da União Europeia (UE) prossigam os esforços para digitalizar o património cultural, pedindo a Portugal que, até 2015, disponibilize por via digital 500 mil novos documentos ou obras culturais.

“Trata-se de um elemento essencial para tornar o património cultural europeu mais largamente acessível e incentivar o crescimento das indústrias criativas na Europa”, assinala o executivo comunitário.

O material digitalizado deve ser disponibilizado através da Europeana, a biblioteca digital europeia, que é também arquivo e museu, e que deve aumentar nos próximos três anos o número de objetos disponíveis de 19 milhões para 30 milhões.

Fonte: SIC Notícias

Link permanente

Deixe uma resposta


Bad Behavior has blocked 87 access attempts in the last 7 days.