A blogosfera, expressão que designa os blogs, webblog ou simplesmente blogue – termo utilizado em Portugal – é o espaço onde se localizam os diários digitais ou eletrônicos da internet. De acordo com o diretório dos blogs Technorati esse tipo de aplicação tem crescido de forma assustadora, chegando a dobrar de quantidade a cada seis meses.

O Technorati indica que, diariamente, são criados cerca de 75.000 novos blogs, praticamente um novo sítio a cada segundo! Todavia, muitos desses diários digitais deixam de ser atualizados e/ou são abandonados pelos seus criadores. Mesmo com essa “morte” prematura, o número de blogs atuantes é impressionante, com mais de 70 milhões de endereços.

Mas, o que é um blog? É uma “página que contém textos curtos, organizados segundo a ordem cronológica e atualizados constantemente. Pode incluir ponteiros para hiperligações a sítios importantes, avaliação de sítios, notícias sobre organizações ou pessoas. Às vezes inclui diário pessoal” (CUNHA, p. 56-57). Essas atualizações, denominadas de postagens (posts), são organizadas como se fossem um diário, na ordem cronológica inversa, isto é, as mensagens mais atualizadas aparecem primeiro.

Alguns especialistas da Comunicação de Massa acreditam que os blogs estão se tornando numa importante forma de mídia alternativa, agregando informações oriundas de diversas fontes, revelando diferentes pontos de vista e, possivelmente, influenciando a opinião em larga escala – uma visão chamada “mídia participativa”. “Provavelmente a maior diferença entre os blogs e a mídia tradicional é que os blogs compõem uma rede baseada em ligações – os links, propriamente. Todos os blogs por definição fazem ligação com outras fontes de informação, e mais intensamente, com outros blogs. Muitos blogueiros mantêm um “blogroll”, uma lista de blogs que eles frequentemente lêem ou admiram, com links diretos para o endereço desses blogs. Os blogrolls representam um excelente meio para observar os interesses e preferências do blogueiro dentro da blogosfera; os blogueiros tendem a utilizar seus blogrolls para ligar outros blogs que compartilham os mesmos interesses” (BLOG OLHAR COMUM).

(…)

Assim como as outras profissões, a Biblioteconomia compartilha o seu conhecimento por meio de livros, periódicos e comunicações em eventos técnicos. O blog, por outro lado, começa a chamar a atenção dos bibliotecários pelas suas características de prover um maior senso de imediatismo, interatividade e informalidade. Esse é, talvez, uma das fontes mais informais da comunicação técnica.

Os efeitos do crescimento no número de blogs chegaram também à nossa área. Já existem inúmeros blogs. Usando como exemplo, uma busca simples feita no Technorati com o termo “library” apresentou a existência de 2791 blogs. Muitos desses sítios se referem a ações desenvolvidas por bibliotecas em diversos países.

(…)

Fonte: A informação

(Originalmente publicado no Infohome).

Link permanente

Deixe uma resposta


Bad Behavior has blocked 87 access attempts in the last 7 days.